Consulado Geral da República de Angola em Lisboa
página inicial / notícias / dom alexandre do nascimento

DOM ALEXANDRE DO NASCIMENTO

Oito meses depois de ter inaugurado o Complexo Hospitalar de Doenças Cardio-Pulmonares Cardeal Dom Alexandre do Nascimento, o Presidente da República, João Lourenço, na tarde deste domingo, 7 de Agosto, voltou a esta unidade hospitalar para inteirar- se do seu funcionamento e saiu de lá satisfeito com o que viu.

“Estamos satisfeitos com o que acabamos de constatar. Ao fim de oito meses, o hospital está a dar resposta aos doentes, não apenas da cidade de Luanda, mas, de uma forma geral, do país. Portanto, tem recebido doentes de praticamente todas as províncias”, frisou.

Para o Titular do Poder Executivo,  valeu a pena  o investimento feito.

Durante a visita, João Lourenço percorreu as áreas de cardiologia, pneumologia e neurocirurgia, onde recebeu explicações do pessoal médico e conversou com os pacientes internados sobre a assistência e as condições de atendimento.

“Esta unidade, hoje, está a fazer cirurgias de grande complexidade, não apenas cardíacas, como também já começou a fazer neurocirurgias, portanto, da coluna e do cérebro. São cirurgias bastante complexas que, até bem pouco tempo, os pacientes que padeciam destas enfermidades tinham que ser evacuados para o exterior do país”, referiu.

Em oito meses de funcionamento, mais de 100 cirurgias cardiovasculares foram realizadas no Complexo Hospitalar de Doenças Cardio-Pulmonares Cardeal Dom Alexandre do Nascimento.

“Falamos com médicos, enfermeiros, com técnicos. Estão todos muito entusiasmados, muito empenhados naquilo que fazem. Já passaram das 100 cirurgias do foro cardíaco e estão dispostos a continuar a trabalhar em prol da saúde dos angolanos, e isto é muito gratificante”, realçou.

O director geral do Hospital, Carlos Alberto Masseca, disse que a meta para o próximo ano é a realização de 350 cirurgias.

“Nós em oito meses atingimos as 100 cirurgias, quer dizer que temos condições para aumentarmos até aquilo que é a capacidade óptima”, sustentou. 

Inaugurado a 30 de Novembro de 2021, pelo Presidente da República, João Lourenço, o Complexo Hospitalar de Doenças Cardio-Pulmonares Cardeal Dom Alexandre do Nascimento emprega cerca de 1.890 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de diagnóstico e administrativos. 

A unidade sanitária ocupa uma área de 49.940 metros quadrados e conta com equipamentos modernos de última geração que garantem o diagnóstico e o tratamento das doenças cardio-pulmonares.

Mais notícias